Pratos de carne

Vitela estufada

IMG_1800

Esta semana não vos deixei nenhuma sugestão para o jantar, é o que dá estar a trabalhar até às 20h ou depois disso!

Assim, hoje, lembrei-me, com este tempo frio, de uma comidinha da mamã 🙂 Não caía mesmo bem uma vitela estufada com massa espiral?

Não custa assim tanto, e sabe tão bem.

Compra-se vitela, coze-se em água e sal. Depois de já tenrinha, é só fazer um refogado de alho, cebola e azeite, juntar a vitela quando o refogado está bem lourinho. Juntar água, caldos caseiros, um bocadinho de polpa de tomate, e deixar ali a cozinhar.

Um pouco antes da carne estar estufada, junto as ervilhas.

Quando a carne já está no ponto, adiciono água, deixo-a ferver, junto a massa e ajusto o sal.

Esta receita ainda demora cerca de duas horinhas, mas sabe a comida da mamã 🙂

Bom apetite!!!

12 Comments

  1. Eu costumo refogar a carne (já com sal e pimenta), sem a cozer previamente, depois, por esta ordem acrescento polpa de tomate, “piri-piri”, caldo de carne e uma cerveja. Deixo a carne cozer, acrescento a água necessária e depois meto a massa. Em fez de massa também costumo fazer com batata, cortada bem pequenina para cozer depressa e ficar já meia a desfazer (quando coloco batatas meto mais uma cerveja antes de acrescentar a água). Também faço exactamente da mesma forma, sem acrescentar a água para a massa ou as batatas, deixo só a carne e faço um arroz ou puré.

    Acompanho com um bom tinto (se estiver frio) ou um bom branco (se estiver mais calor).

    🙂

      1. Ana, ficou aprovadíssimo! Nunca a minha carne tinha ficado tão tenrinha, mesmo assim a desfazer-se em fios, que é o que eu sempre quis que acontecesse! Muito obrigada, a partir de agora não faço de outra forma e vou fazer esta receita mais vezes! 😀 A única coisa que mudei foi, em vez de só colocar água, coloquei cerveja e um bocadito de tobasco porque gosto do sabor que dá à carne, de resto fiz igualzinho!

          1. Experimente que fica muito bom também, eu nunca fiz sem, por isso não posso saber a diferença de sabor, mas gosto muito com a cerveja. Há quem prefira vinho branco para cozinhar, eu é que prefiro cerveja. O tobasco dá-lhe sempre um bocadinho de picante – eu também nunca ponho muito. De resto, fico mesmo agradecida porque a carne ficou perfeita! 😀

Leave a Comment