Socorrer: um dever e um direito

Obstrução da via aérea em latentes

Há três meses, publiquei a Manobra de Heimlich em vítima consciente. Mais adiante, irei falar sobre a desobstrução da via aérea em vítima inconsciente. Mas hoje venho falar sobre a desobstrução da via aérea em latentes, ou seja, crianças de colo, com menos de um ano.

A manobra de Heimlich, da qual já falei, pode ser aplicada em crianças a partir de um ano de idade, embora as compressões abdominais tenham de ser efectuadas de forma mais cuidada, de modo a minimizar o aparecimento de lesões no tórax ou no abdómen. Reafirmo que a manobra de Heimlich deve ser sempre precedida de pancadas nas costas.

Mas então como devemos atuar se um bebé, de idade inferior a um ano, se engasga com a comida ou um brinquedo?

1.º Se estiver alguém por perto, tratar logo de gritar por ajuda. Mas o pedido de ajuda não deve atrasar a nossa atuação. Colocar o latente em decúbito ventral (de barriga para baixo) sobre o nosso antebraço ou coxa, e com a cabeça para baixo; Apoie a cabeça e a mandíbula do latente com a sua mão (com cuidado para não comprimir tecidos moles do pescoço) e efetuar cinco pancadas na linha média entre as omoplatas;

lactente

Depois destas cinco pancadas, posicione a mão com que deu as pancadas, nas costas do latente e apoie a região posterior da cabeça com a palma da mão. O lactente ficará assim posicionado entre os 2 antebraços, e gira-lo.

2.º Colocar o bebé em decúbito dorsal (barriga para cima) sobre o nosso antebraço ou coxa, ou ainda sobre uma superfície dura, com a cabeça num plano inferior, e fazer cinco compressões no meio do tórax (sobre o esterno), com dois dedos na vertical abaixo da linha média intermamilar. O objetivo é provocar uma “tosse artificial” capaz de deslocar o corpo estranho.

Avaliar o bebé. Não conseguiu resolver a situação? Repetir estes dois passos tantas vezes quantas necessárias até se remover o objecto estranho localizado nas vias aéreas superiores, e enquanto o bebé está consciente. Se ele perder a consciência, chame o 112 e explique a situação.

latente

One Comment

Leave a Comment