A aventura da maternidade, Atualidade e Curiosidade

Escrevo este artigo porque preciso que mães mais experientes ou mais elucidadas me ajudem a perceber algo que me anda a perturbar.

A minha filha adora música, abana o rabinho, mexe as mãos, ri… Posto isto, aqui a mamã, trata de tentar aprender algumas letras (coisa que até me é mais ou menos intuitiva) para cantar à filha. Deparei-me com esta música da série Palavra Cantada, música de seu nome “A canoa virou”. Deixo-vos aqui o link para o vídeo:

https://www.youtube.com/watch?v=Sw2MThvOlWc

 

Desde que prestámos atenção à letra desta música que ficamos algo perturbados. Segue a letra:

“A canoa virou

Por deixar ela virarmaxresdefault

Foi por causa de Sandra

Que não soube remar

 

Se eu fosse um peixinho

E soubesse nadar

Eu tirava Sandra

Do fundo do mar

 

A canoa virou

Por deixar  ela virar

Foi por causa de Juliana

Que não soube remar

 

Se eu fosse um peixinho

E soubesse nadar

Eu tirava Juliana

Do fundo do mar

 

A canoa virou

Pois deixaram ela virar

Foi por causa de Luiza

Que não soube remar

 

Se eu fosse um peixinho

E soubesse nadar

Eu tirava Luiza

Do fundo do mar

 

A canoa virou

Por deixar  ela virar

Foi por causa de Pedro

Que não soube remar

 

Se eu fosse um peixinho

E soubesse nadar

Eu tirava o Pedro

Do fundo do mar

 

A canoa virou

Por deixar ela virar

Foi por causa de Debora

Que não soube remar

 

Siri pra cá,

Siri pra lá

A Luiza é feia, e quer casar

 

Siri pra cá,

Siri pra lá

Juliana é feia, e quer casar

 

Siri pra cá,

Siri pra lá

O Pedro é feio, e quer casar

 

Siri pra cá,

Siri pra lá

 

Rema, rema, rema…”

 

Exposto o vídeo e a letra peço-vos, encarecidamente, ajuda.

Qual é a lição em deixar os miúdos ficarem no fundo do mar?

Qual é a lição em associar o fato das personagens serem feias e quererem casar?

Estou confusa!!!!

A aventura da maternidade, Atualidade e Curiosidade

Quando o conselho é dado por uma Pneumologista e é sobre tosse, inevitavelmente damos-lhe mais créditos, certo? E assim foi!

Estes dias o meu pai foi a uma consulta na médica Pneumologista que o segue. Ela deu-ljr um conselho para acalmar os acessos de tosse noturnos: abrir uma cebola ao meio e deixa-la em cima da mesinha de cabeceira!!!????  No mínimo caricato não?

O que é certo é que de madrugada, em que assistimos à nossa cria a tossir desalmadamente e não conseguir descansar por causa dessa tosse, qualquer coisa que possa resolver é bem-vinda e assim decidi fazer. Ponho pés ao caminho para a cozinha, parto a meio a dita cebola, faço-a repousar num pires e dou-lhe como destino o quarto da minha princesa.

cebola

 

Dito e feito!!!

Não era mito!!!

Funcionou.

A princesa parou de tossir!!!!!!!!!!!

 

 

Admirados? Também eu fiquei e se não tivesse acontecido comigo era capaz de não acreditar.

Fui procurar informação sobre isto e, embora não tenha encontrado nada baseadamente científico, existe muita informação que diz que a cebola capta os pós  e bactérias do ambiente, como que se renovasse o ar, funcionando a cebola como um descongestionante natural. Claro está que isto só funciona quando a tosse é mais reativa, ou seja, a criança até pode estar constipadita e piora com o ar mais seco e frio da noite, porque a cebola não é capaz de curar uma infeção respiratória, não é verdade?

Posto isto, eis o que vos digo, Santa Cebola!!!!

Ah, obviamente esta cebola deve ser deitada fora e não ser usada para cozinhados porque esteve exposta ao ar e absorveu impurezas do ar.

Atualidade e Curiosidade

Mercúrio está retrógrado e juro que não estou a ofender o planeta.

Os eletrodomésticos combinaram avariar todos de uma vez? Têm acontecido uma série de mal entendidos? Pois podem deixar de procurar a razão, a culpa é de Mercúrio, é só o que vos digo.

Um dia destes estava a trabalhar e os aparelhos estavam todos a dar problemas. Podíamos tentar arranjar um bode expiatório no excesso de trabalho, na manutenção dos aparelhos, mas uma colega disse que provavelmente a culpa era de Mercúrio retrógrado!?!?!

Perplexos, os restantes na sala, ficámos a olhar para ela – aparentemente a única que sabia o que isto significava – e fomos pesquisar o que isto quer dizer.

Ora parece que o senhor planeta de nome Mercúrio tem fases, fases estas em que decide andar ao contrário e este movimento retrógrado explica “uma fase de perturbação na comunicação: os contactos estão dificultados, toda a comunicação falada ou escrita pode dar lugar a mal-entendidos, os meios de transporte afetados, as telecomunicações (telefone, telemóvel, correio, e-mail, redes sociais, etc.) podem ficar deficientes ou mesmo avariadas.” (in https://lifestyle.sapo.pt/astral/astrologia/artigos/mercurio-estara-retrogrado-em-2016)

Do que lemos deu para perceber que este é um momento em que os aparelhos avariam e as pessoas se vêm confrontadas com problemas de comunicação. Dizem os entendidos que se devem evitar grandes decisões nestas fases, sendo estas alturas boas para ler, refletir, voltar a assuntos inacabados.

Dizem ainda que, em 2016, Mercúrio está retrógrado em 4 períodos:

  • 05 de janeiro a 25 de janeiro de 2016;
  • 28 de abril a 22 de maio de 2016;
  • 30 de agosto a 22 de setembro de 2016;
  • 19 de dezembro a 08 de janeiro de 2017.

Ou seja, estamos num desses períodos, e não é assim há tão pouco tempo quanto isso, porque li também que existe uma “janela” de tempo de 10 dias anteriores e 10 dias posteriores a este período em que a influência de Mercúrio retrógrado também se faz sentir.

Portanto, já sabem, quando tudo estiver a “dar o berro” já sabem que a culpa é do Mercúrio… RETRÓGRADO!!!!

 

Atualidade e Curiosidade

Falo-vos das razões para visitar a minha linda cidade, não só porque ela merece esta homenagem, mas também porque este é o tema da publicação coletiva do grupo de bloggers Blogues à mesa.

“Considerada uma das mais jovens cidades europeias, Braga consegue aliar na perfeição a sua História bimilenar a uma juventude e vitalidade revigorante.” É assim que a Câmara Municipal começa a descrição desta linda cidade, que por sinal é a minha.

Nascida e criada em Braga, só saí para estudar na Universidade, sou suspeita ao escrever este artigo, mas a verdade é que gosto muito da minha cidade. Sou capaz de proferir a célebre frase “É bom viver em Braga.”.

Portanto vou aqui enumerar-vos razões porque Braga é uma cidade que se deve conhecer.

 

  1. Bom Jesus

O ex-libris da cidade. Lá encontramos o Santuário do Bom Jesus, o parque do Bom Jesus, com muita vegetação, flores bonitas e um lago onde podemos andar de barco a remo.

Os escadórios do Bom Jesus, em ziguezague, com uma capela de cada lado e a Igreja no cimo das escadas, são os pontos de maior interesse, e onde muitos bracarenses fazem o seu exercício.

O elevador, movido pela força da água, liga a parte alta da cidade ao Santuário, vencendo um desnível de mais de cem metros de altura. Sendo o primeiro funicular construído na Península Ibérica, é atualmente o mais antigo em serviço no mundo a utilizar o sistema de contrapeso de água.

IMG_0680

IMG_0721

elevador
Foto retirada de http://olhares.sapo.pt/elevador-bom-jesus-braga-foto5713546.html

 

2. Sé de Braga

“Mais velho que a Sé de Braga”, é uma expressão que se ouve muitos vezes, mas que quer expressar a veterania deste monumento.

Com vários estilos arquitetónicos, túmulos, o tesouro e as suas celebrações religiosas (ou não fosse esta cidade das mais religiosas de Portugal), é um sítio que vale a pena visitar.

Contrastando com o recato perpetuado dentro das paredes de pedra da Sé, cá fora, na rua, instalaram-se uns bares, bem engraçados, onde é muito agradável ir beber um copo, conversar, e estar sentada numa esplanada, ou mesmo em pé em amena cavaqueira.

CatedralDeSantaMariaDeBraga(Se)Preview
Foto retirada de www.visitasvirtuais.com

 

3. Avenida Central

Aqui é o coração da Cidade. Esta zona da cidade já sofreu tantas alterações que até assusta.

Agora encontramos lá o grande chafariz, que nos refresca à passagem, em dias de calor; temos os míticos cafés Vianna e Astória, que são conhecidíssimos na cidade. O Vianna mantém quase o seu aspeto original, o Astória foi remodelado, pelo menos duas vezes, e tem um bar no seu andar superior.

Perpendicular a esta praça, desce a Avenida da Liberdade e, conforme vamos descendo a Avenida, encontramos muito comércio, mais antigo ou mais recente.

15014273_vyhzD
Foto retirada de dezanove.pt
1280px-Avenida_da_Liberdade_de_Braga_em_HDR
Foto retirada de bragaon.blogspot.com

 

4. Theatro Circo

Descendo a Avenida da Liberdade, o que de mais interessante encontramos é o Theatro Circo.A mais bonita sala de espetáculos em Braga, outrora esteve obsoleta e a cair de podre. Felizmente foi completamente restaurada e está LINDA.

Deixo-vos imagens e o site aqui para saberem mais sobre o Theatro Circo.

 

theatrocirco_a2
Foto retirada de observador.pt
theatrocirco_c2
Foto retirada de observador.pt

 

5. Estádio

O Estádio Municipal de Braga, conhecido por Estádio da Pedreira, é uma obra espetacular, uma fantástica peça de arquitetura, com as suas grandes escadarias. Vale a pena ir lá ver um jogo, para se sentir a imponência deste sítio. Confesso que só lá fui uma vez, mesmo só para conhecer. Não sou grande amante de futebol e, devo admitir, por mais seguro que digam que é, não confio naquelas bancadas suspensas.

VE3
Foto retirada de forum.bracarae.com

 

6. Gastronomia

Aqui na minha terra come-se muito bem. Uns rojões com papas, bacalhau à moda de Braga, panados de polvo com arroz de feijão vermelho e couve, sardinhas assadas, são apenas algumas das iguarias que podemos encontrar em bons restaurantes da cidade.

 

7. São João, Semana Santa, Feira Romana

As nossas festas que tanto animam a cidade são fantásticas.

A Semana Santa, na altura da Páscoa, deve ser a festa que mais carateriza a cidade. As Vias Sacras, espetáculos e exposições e, claro está, as Procissões são eventos que movimentam a cidade nesta altura do ano.

O São João, padroeiro da Terra, em Junho, é bem bonito. Sardinhas assadas, bifanas, farturas, comércio de artesanato nas ruas, as diversões para os mais pequenos e os mais aventureiros se deliciarem, alho porro na cara (fico danada), e o fogo de artifício são coisas que valem bem a pena.

A Feira Romana é uma recriação histórica no centro da cidade, que nos transporta para a época romana e nos faz sentir num Império Romano.

 

8. Igrejas, igrejas e mais igrejas

Umas maiores, outras mais pequenas, umas mais bonitas, outras menos, Braga é a cidade das igrejas. Para quem gosta deste tipo de turismo, Braga é o ideal.

 

9. Capital Ibero-Americana da Juventude

Para além de tudo isto, e muito mais que podia enumerar, mas não vos quero maçar, Braga foi a cidade escolhida para ser a Capital Ibero-Americana da Juventude, neste ano de 2016. A distinção foi atribuída pela Organização Ibero-Americana da Juventude (OIJ), que destaca a contribuição do município para o “desenvolvimento de estratégias e de políticas públicas destinadas a garantir os direitos dos jovens” e na “consolidação do movimento associativo”. (http://casamericalatina.pt/2016/01/04/braga-e-capital-ibero-americana-da-juventude-em-2016/)

 

10. Só para terminar, deixo-vos este estudo – http://www.cmjornal.xl.pt/nacional/cidades/detalhe/braga_e_a_cidade_com_melhor_qualidade_de_vida_em_portugal.html – onde podem ler que BRAGA É A CIDADE COM MELHOR QUALIDADE DE VIDA EM PORTUGAL!!! 🙂

Depois disto tudo, só posso dizer, venham a Braga e não vão arrepender-se!

Banner Footer