Alimentação infantil

Mais uma ideia de papinha, simples, esta também com millet.

Ingredientes para 2 papas:14113995_1150775584961569_432847862_o

  • 40gr de sêmola de milho;
  • 20gr de millet;
  • 2 maçãs;
  • 500ml de água;

Nesta papa segui aquele esquema de cozer as maçãs em meio litro de água, deixar repousar a maçã na água depois de cozida durante uma hora, depois retirar a maçã e deixar os cereais repousar na água da cozedura mais uma hora e, por fim, cozer os cereais nesta água, em lume brando, sempre a mexer para não colar ao fundo.

Depois de cozidos os cereais é só juntar a maçã cozida e passar tudo.

Fica uma papa docinha, suave, e das que já estão prontinhas para comer.

Alimentação infantil

Depois da primeira papa com millet (aqui), de a princesa ter aprovado e eu ter visto como é fácil de cozinhar, suave, leve e nutritivo, decidi arranjar mais uma papinha com este cereal. Mais uma ou duas porque, mais uma vez, fiz14054936_1273171272693731_3580115384223534825_n papa para dois dias.

Ingredientes para duas papas:

  • 30gr de flocos de aveia demolhados (cerca de uma hora em água morna);
  • 20gr de millet;
  • 1 maçã;
  • 2 bananas da Madeira;
  • 400ml de água.

Comecei por cozer a maçã em cerca de 400ml de água. Depois de cozida deixei-a a repousar na água cerca de uma horinha.

Depois retirei a maçã, bem escoada, para um recipiente e adicionei a aveia, já demolhada, e o millet e deixei repousar durante mais uma hora.

Após isto, levei a lume brando, sempre a mexer. Cereais cozidos, é a hora de juntar a maçã e passar tudo com a varinha mágica.

Dividi isto em dois boiões de vidro. Na hora de comer a papa, é só juntar a quantidade de um boião de vidro a uma banana da Madeira, triturada com um garfo (sem o veio central) e a papinha está pronta.

Muito boa!

Alimentação infantil

Papa caseira mais simples e rápida de fazer não há.13920723_1262234627120729_8605909168101346970_n

O gérmen de trigo é a parte mais nobre da semente do trigo, muito rica em proteínas. No entanto, é um cereal um pouco amargo, pelo que tem de ser combinado com frutas que o adocem. Escolhi a banana que vai bem em qualquer papa.

Depois é só juntar as 30g de gérmen de trigo a 150ml de água e deixar a cozinhar em lume brando, sempre a mexer para não colar no fundo da panela.

Depois de cozido o cereal e evaporada a água, basta juntar a banana da Madeira, depois de retirado o veio central, e triturar com a varinha mágica.

Para bebés que já estejam habituados a texturas, não usem a varinha mágica, juntem a banana esmagada com um garfo ao cereal.

E em pouco tempo temos uma papa saudável pronta.

Alimentação infantil

Não raramente, quando digo que sou eu que faço as papas para a minha filha, desencorajam-me dizendo que isso vai mudar quando ela for para o colégio, porque no colégio não vão colaborar e ela vai querer comer igual aos outros, blá, blá, blá, pardais ao ninho.

Fico triste quando as pessoas me dizem isto, respondo-lhes que não há-de ser muito diferente de agora, porque já levo as papinhas prontas para a avó.

13731582_1246150472062478_3945505794537402225_n13549144_1112410508798077_709368058_o

 

 

 

 

 

 

 

Então como tenho feito?

Como já disse aqui no blogue, normalmente faço papas à noite para os dois dias seguintes, guardo no frigorífico depois de arrefecerem e tiro de lá na manhã do dia em que a vai comer. Assim vai ficando à temperatura ambiente. Isto porque é Verão agora, mas acredito que no Inverno possa deixar fora do frigorífico.

Se a fruta for ao lume – tipo as pêras e maçãs – cozinho já com os cereais, guardo no frasquinho de vidro e, na altura de comer, é só juntar água a ferver aos pouquinhos e ir mexendo, até adquirir a consistência pretendida. Estando em casa até gosto de fazer isto num tachinho e aquecer um bocadinho, porque a minha princesa gosta da comidinha quente, mas se estiver na rua, com a água do térmico, a coisa resolve-se.

Se a fruta for banana basta levar a banana e um garfo. Na altura esmaga-se a banana e junta-se aos cereais, mais a água fervida (ou leite materno ou adaptado).

Se, por exemplo, quiser juntar pêssego, papaia, manga, mamão, meloa (etc), à noite enquanto estou a preparar a papa, trituro com a varinha mágica a fruta que quero usar e guardo noutro frasco de vidro. Na hora de comer é só juntar a fruta, a papa de cereais e a água a ferver(ou leite materno ou adaptado).

Em último caso posso levar a papa já feita, quente, neste térmico de comida, e tenho a certeza que vai estar ótima na hora de comer.

Acredito que tem é de haver vontade de manter este hábito e ser persistente!

A minha princesa vai para o colégio em Setembro, já falei com quem de direito a este respeito e tentaremos conciliar da melhor maneira. Em alternativa, existem as papas biológicas da Holle, que são uma ótima opção.

Para verem algumas papinhas que já publiquei, aceder aos seguintes links:

Primeira papa caseira

Papa de três cereais e duas frutas

Papa de aveia, alfarroba e banana

Papa caseira de Verão

Papa caseira de Verão #2

Papa caseira de aveia, trigo, banana e laranja

 Papa caseira de quinoa, sêmola de milho e banana

Papa de aveia, sêmola de milho e laranja

Papa caseira de aveia, sêmola de milho e pêra

Papa caseira de sêmola de milho, gérmen de trigo e maçã

Papa caseira de duas frutas e dois cereais

Papa caseira de millet e maçã (a partir dos 4 meses)

Papa caseira de trigo e banana

Alimentação infantil

Mais um dia quente, em que só se está bem dentro de água ou fechadas em casa com o ar condicionado a bombar. Aqueles dias em que o calor abafa a fome e só queremos beber coisas frescas. Mas há que dar de comer à princesa, e não fazer batota no aporte de nutrientes.

Mais uma vez a mamã põe a cabeça a maquinar outra papa. Eis o resultado.

13718699_1244997598844432_4438088940701351624_n

Ingredientes:

  • 30gr de flocos de aveia (se possível demolhados);
  • 35 – 40gr de meloa;
  • 65gr de manga;
  • 150ml de água.

O resto já vocês sabem, não é?

Cozer a aveia na água, em lume brando e sempre a mexer. Deixar arrefecer.

Depois juntar a meloa, livre de casca e pevides e a manga sem casca e triturar tudo.

Digam lá se já não estão a salivar!?? 🙂